diário, escritos, rascunhos, pulsações de uma vida quase completa

quinta-feira, 19 de março de 2009

Meus sonhos...

Quando os pensamentos estão firmes numa outra pessoa permeamos os sonhos delas.
Não sei se isso seria ruim ou bom. Hoje só te vejo em flashs de meus sonhos.
Mas não são sonhos em que sejas personagem principal, não.
Apareces penas como uma longínqua citação.
Sinal de que em breve não existirás mais em minha vida.
Nem sequer pequenas migalhas de amareladas lembranças.
E isso me conforta, sim.
Hoje já não há a dependência de notícias tuas para que eu possa viver.
Vivo independentemente de ti.
Peço-te apenas que me esqueças também.
Não me visites nem em sonhos mais.

2 comentários:

Anônimo disse...

Cabou-se!!!

Laís Sampaio disse...

"sonhar é acorda-se para dentro!"